Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, fevereiro 29, 2008

OS 100 MAIORES!!!

Vira e mexe a mídia, seja impressa ou eletrônica, elege as melhores “quaisquer coisas” de todos os tempos. Dessa vez foi a Rolling Stone Brasil, que convocou estudiosos, produtores e jornalistas para eleger os melhores discos brasileiros. A lista saiu na edição nº 13, de outubro. Deu um trabalhão mas valeu a pena. Aqui estão os 100 maiores discos brasileiros de todos os tempos segundo a Rolling Stone Brasil:

01. Acabou Chorare (Novos Baianos, 1972)
02. Tropicália ou Panis et Circencis (Vários, 1968)
03. Construção (Chico Buarque, 1971)
04. Chega de Saudade (João Gilberto, 1959)
05. Secos e Molhados (Secos e Molhados, 1973)
06. A Tábua de Esmeralda (Jorge Ben, 1972)
07. Clube da Esquina (Milton Nascimento & Lô Borges, 1972)
08. Cartola (Cartola, 1976)
09. Os Mutantes (Os Mutantes, 1968)
10. Transa (Caetano Veloso, 1972)
11. Elis & Tom (Elis Regina e Antônio Carlos Jobim, 1974)
12. Krig-Ha Bandolo (Raul Seixas, 1973)
13. Da Lama ao Caos (Chico Science & Nação Zumbi, 1994)
14. Sobrevivendo no Inferno (Racionais MC’s, 1998)
15. Samba Esquema Novo (Jorge Ben, 1963)
16. Fruto Proibido (Rita Lee, 1975)
17. Racional Volume 1 (Tim Maia, 1975)
18. Afrociberdelia (Chico Science & Nação Zumbi, 1996)
19. Cabeça Dinossauro (Titãs, 1986)
20. Fa-Tal - Gal a Todo Vapor (Gal Costa, 1971)
21. Dois (Legião Urbana, 1986)
22. A Divina Comédia ou Ando Meio Desligado (Os Mutantes, 1970)
23. Coisas (Moacir Santos, 1965)
24. Roberto Carlos em Ritmo de Aventura (Roberto Carlos, 1967)
25. Tim Maia (Tim Maia, 1970)
26. Expresso 2222 (Gilberto Gil, 1972)
27. Nós vamos Invadir Sua Praia (Ultraje a Rigor, 1985)
28. Roberto Carlos (Roberto Carlos, 1971)
29. Os Afro-Sambas (Baden Powell, Quarteto em Cy e Vinícius de Moraes, 1966)
30. A Dança da Solidão (Paulinho da Viola, 1972)
31. Carlos, Erasmo (Erasmo Carlos, 1970)
32. Pérola Negra (Luis Melodia, 1973)
33. Caymmi e Seu Violão (Dorival Caymmi, 1959)
34. Loki? (Arnaldo Baptista, 1974)
35. Estudando o Samba (Tom Zé, 1976)
36. Falso Brilhante (Elis Regina, 1976)
37. Caetano Veloso (Caetano Veloso, 1968)
38. Maria Fumaça (Banda Black Rio, 1977)
39. Selvagem? (Os Paralamas do Sucesso, 1986)
40. Legião Urbana (Legião Urbana, 1985)
41. Meus Caros Amigos (Chico Buarque, 1976)
42. O Bloco do Eu Sozinho (Los Hermanos, 2001)
43. Refazenda (Gilberto Gil, 1975)
44. Mutantes (Os Mutantes, 1969)
45. Raimundos (Raimundos, 1994)
46. Chaos A.D. (Sepultura, 1993)
47. João Gilberto (João Gilberto, 1973)
48. As Aventuras da Blitz (Blitz, 1982)
49. Racional Volume 2 (Tim Maia, 1976)
50. Revolver (Walter Franco, 1975)
51. Clara Crocodilo (Arrigo Barnabé, 1980)
52. Cartola (Cartola, 1974)
53. O Novo Aeon (Raul Seixas, 1975)
54. Refavela (Gilberto Gil, 1977)
55. Nervos de Aço (Paulinho da Viola, 1973)
56. Amoroso (João Gilberto, 1977)
57. Roots (Sepultura, 1996)
58. Antônio Carlos Jobim (Tom Jobim, 1963)
59. Canção do Amor Demais (Elizeth Cardoso, 1958)
60. Gil e Jorge Ogum Xangô + D2 (Gilberto Gil e Jorge Ben, 1975)
61. Força Bruta (Jorge Ben, 1970)
62. MM (Marisa Monte, 1989)
63. Milagre dos Peixes + D2 (Milton Nascimento, 1973)
64. Show Opinião (Nara Leão, Zé Kéti e João do Vale, 1965)
65. Nelson Cavaquinho (Nelson Cavaquinho, 1973)
66. Cinema Transcendental (Caetano Veloso, 1979)
67. África Brasil (Jorge Ben, 1976)
68. Ventura (Los Hermanos, 2003)
69. Samba Esquema Noise (Mundo Livre S/A, 1994)
70. Getz/Gilberto Featuring Antônio Carlos Jobim (Stan Getz, João Gilberto e Antônio Carlos Jobim, 1963)
71. Noel Rosa e Aracy de Almeida (Aracy de Almeida, 1950)
72. Jardim Elétrico (Os Mutantes, 1971)
73. Angela Ro Ro (Angela Ro Ro, 1979)
74. Õ Blésq Blom (Titãs, 1989)
75. Tim Maia (Tim Maia, 1971)
76. A Bad Donato (João Donato, 1970)
77. Canções Praieiras (Dorival Caymmi, 1954)
78. Gilberto Gil (Gilberto Gil, 1968)
79. Álibi (Maria Bethânia, 1978)
80. Gal Costa (Gal Costa, 1969)
81. Psicoacústica (Ira!, 1988)
82. O Inimitável (Roberto Carlos, 1968)
83. Matita Perê (Tom Jobim, 1973)
84. Qualquer Coisa/Jóia (Caetano Veloso, 1975)
85. Jovem Guarda (Roberto Carlos, 1965)
86. Beleléu, Leléu, Eu (Itamar Assumpção e Banda Isca de Polícia, 1980)
87. Verde Anil Amarelo Cor de Rosa e Carvão (Marisa Monte, 1994)
88. Nada Como Um Dia Após O Outro Dia + D2 (Racionais MC’s, 2002)
89. Carnaval na Obra (Mundo Livre S/A, 1998)
90. Quem é Quem (João Donato, 1973)
91. Cantar (Gal Costa, 1974)
92. Wave (Tom Jobim, 1967)
93. Lado B, Lado A (O Rappa, 1999)
94. Vivendo e Não Aprendendo (Ira!, 1986)
95. Doces Bárbaros + D2 (Gil, Bethânia, Caetano e Gal, 1976)
96. A Sétima Efervescência (Júpiter Maçã, 1996)
97. Araçá Azul (Caetano Veloso, 1972)
98. Elis (Elis Regina, 1972)
99. Revolução por Minuto (RPM, 1985)
100. Circense (Egberto Gismonti, 1980

Dica - Removendo "vírus de script do Orkut"

Saiba como remover facilmente o "vírus de script do Orkut"

A madrugada desta quarta-feira (19) trouxe aos orkuteiros o primeiro grande susto com um vírus ligado ao uso do Orkut.com. Com um código malicioso escrito em javascript, um hacker conseguiu usar uma brecha na segurança do site de relacionamentos e executar comandos nos perfis de muita gente. Foi o primeiro ataque em massa, e até o começo da tarde a comunidade criada para reunir os "infectados" já tinha mais de 300 mil pessoas adicionadas.

Mas, como não instala nenhum programa executável no seu computador, o primeiro vírus do Orkut pode ser facilmente barrado. Siga as dicas deste texto, que apesar de não serem tão simples, não são impossíveis com um pouco de atenção.

Como funciona o vírus do orkut?
O "primeiro vírus do orkut", como está sendo chamado, na verdade não é um vírus no sentido clássico da palavra, pois não instala nada no computador. A dor-de-cabeça é um script, ou seja, um código de comandos que podem ser executados pelo seu navegador. Esse código está mandando mensagens para todo mundo nos perfis infectados, mesmo sem o dono clicar em nada, e ainda adiciona os sortudos em uma comunidade chamada “infectados pelo vírus do orkut”.

Para ser executado, o script precisa que você abra a página de recados de qualquer pessoa que já tenha sido infectada, inclusive a sua mesmo, se alguém da sua lista tiver o problema. Barrar o script malicioso em sua máquina é relativamente simples.

Os passos foram compilados de posts em diversos blogs da internet, e testados pela reportagem. Pelo menos nos micros da Revista Orkut.etc.br, funcionaram.

Como remover o "virus do orkut"

Primeiro, se você usa o Internet Explorer, clique no menu Ferramentas. Se a sua versão é a 7, pressione a tecla Alt para que o menu apareça lá encima. Depois, clique em Opções da Internet e, na janela que se abre, clique na aba Segurança.

Vai aparecer um ícone em vermelho com a opção Sites restritos. Clique nele e em seguida, no botão Sites. Vai abrir uma nova janela com espaço para vc digitar o endereço a bloquear: files.myopera.com. Agora é só clicar em Adicionar.

Com essa operação, você informou ao seu navegador que qualquer script hospedado no site files.myopera.com, onde o hacker colocou o código javascript, não será executado.
Opção do Firefox: mais segurança

Quem já usa firefox, barra o virus apenas instalando a extensão Flashblock (https://addons.mozilla.org/en-US/firefox/addon/433), que bloqueia a execução dos script em aplicações flash.

Se você ainda não tem o Firefox e quer dar uma olhada, visite http://www.celulares.etc.br/navegador-firefox-completo-download-gratis.
Especulações sobre autoria agitam blogosfera

Como o mecanismo do tal "vírus do orkut" é muito simples, rapidamente foram iniciadas as primeiras investigações para apontar o autor da brincadeira de mau gosto... O assunto, além de gerar tráfego, foi o assunto do dia entre os blogueiros de plantão. Para saber mais sobre o bafafá, uma boa dica é começar pelo post do "Pensar Enlouquece"http://www.orkut.etc.br/portal/%3Ca%20href=

Fonte: http://www.orkut.etc.br/portal/como-remover-virus-nos-recados-do-orkut