Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

sábado, maio 07, 2011

PSMV da UFAM Coari

A UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS – UFAM  torna público, para conhecimento geral, que serão abertas, no período de  25/04 a 26/05/2011, as inscrições ao Processo Seletivo Macro Verão – PSMV2011, com vistas ao preenchimento das vagas oferecidas nos cursos de graduação desta Instituição Federal de Educação Superior para o segundo semestre letivo de 2011, a serem ministrados nos municípios de Benjamin Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins.

Em Coari, os cursos oferecidos são Licenciatura dupla em Matemática e Física, Licenciatura dupla em Biologia e Química, Biotecnologia, Nutrição, Fisioterapia e Enfermagem.

Maiores informações no site da COMVEST http://comvest.ufam.edu.br/ ou pelo edital http://www.comvest.ufam.edu.br/arquivo/edital_psmv2011.pdf

Rio dos Deuses.

Encanta-me os sons desse rio negro como o baré;
Donde surge o Jaraquí pra comer frito com açaí.
Rio de ouro e de deuses, o rio de Coari,
buraco pequeno, que serve de abrigo para a beleza infinita.
Meu rio-estrada, das melhores que já andei, a única onde nadei.
Rio que gera a vida, revitaliza a alma e me faz perder o pensamento
em tanta beleza e inspiração.
Mergulho em seus encantos de botos rosa e tucuxi,
que metem medo no ribeirinho e nas “caboquinhas”,
que atribuem o filho inexplicável ao danado do rapaz de roupas alvas e
distinto da meia-noite.
Porque o rio dos deuses indígenas é mansinho, farto,
e nunca deixa faltar nada na vida do amazonense que escolheu a vida tranqüila, sem “busão” e poluição.
Quer mesmo é viver essa “leseira baré” que o calor trás,
o ventinho fresco e a rede atada entre as árvores.
Quer viver dos casos, acasos e causos,
sem a preocupação dessa gente de cidade grande,
que vive pra ter dinheiro e comprar, comprar e comprar o luxo.
Ô maninho, luxo aqui no mato é ter um ar puro pra respirar,
uma rede pra embalar, uma canoa pra pescar.
No lugar de piscina, um rio imenso pra mergulhar e esse sossego desmedido.
Bossa a gente faz quando abre a janela e é contemplado pela imensidão verde.
É conhecer os bichos de fato, pela experiência, e não pela internet.
É viver quase num estado natural Rousseauniano,
mas sem ser o lobo do outro homem que Hobbes falou.
É ter sempre o que comer na cuia,
não faltar peixe com farinha e uma macaxeira cozida de manhã,
é ter orgulho de descendência indígena,
ter os cabelos tal qual Iracema, negros como o Graúna.
Orgulhoso da cultura e esperto com os sugadores que aparecem de 4 em 4 anos,
porque caboclo não é leso não mano! Se faz.
Prazer é ser desse chão, desse rio, desse povo.
De ser um “Coaya-Cori”, fruto desse buraco pequeno quente que só,
mas que tem o melhor açaí, a tapioca, o bejú e a banana fritinha com café.
A Coari, princesinha do Solimões, do ouro negro, abençoada pelos deuses das tribos, pelos deuses gregos, latinos, católico apostólico romano, umbanda, e qualquer outro deus que exista.
Afinal, todos sempre são brasileiros e vivem em Coari.



Adrielly Granjeiro.

quinta-feira, maio 05, 2011

Todos contra Adail Pinheiro

Ilustração Elvis
Ilustração Elvis

A decisão do desembargador Rafael Romano em travar os processos de retotalização dos votos da última eleição prejudica diretamente o ex-prefeito de Coari Adail Pinheiro (PRP). Além de enfrentar forte resistência de um grupo de deputados estaduais, Adail agora também tem a burocracia contra seus planos.

O fato é que ninguém sabe quem vai assumir primeiro uma vaga na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Adail Pinheiro (PRP) e Therezinha Ruiz (DEM) podem passar um breve período como deputados, mas Wilson Lisboa (PCdoB) será titular. Todos correm contra o tempo. 

 O lobby contra Adail é tão forte que deputados influentes foram vistos nos últimos dias nos corredores do TRE em busca de informações sobre o processo dele, ou como emperrá-lo.


Lisboa
Se o processo de Wilson Lisboa caminhar mais rápido, Adail e Therezinha podem dar adeus ao projeto de ingressar na Aleam ainda no início desta legislatura porque ambos são suplentes.
Ruiz
Como as contas de Adail e Lisboa ainda não foram julgadas, Therezinha poderia assumir um mandato relâmpago, mas depende da homologação da retotalização dos votos que beneficiam Adail.
Pinheiro
Para Adail assumir só falta o julgamento de sua prestação de contas. Aliados também falam numa possibilidade, ainda em segredo, de ele ficar efetivamente na vaga de outro deputado.

 

Adail Pinheiro tem contas reprovadas no TCE/AM

Um dia depois de perder a oportunidade de assumir uma vaga temporária na ALE/AM, o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro teve contratos e convênios do exercício de 2006 julgados ilegais pelos conselheiros

Adail Pinheiro foi acusado de desvio de dinheiro público da prefeitura de Coari (Roque de Sá -Agência Tempo)
 
Um dia depois de perder a oportunidade de assumir uma vaga temporária na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE/AM), o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro teve contratos e convênios do exercício de 2006 julgados ilegais pelos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE/AM). Adail Pinheiro também recebeu duas multas de R$ 1.644,89 e de R$ 5 mil.

O relator do processo foi o conselheiro Érico Desterro. Segundo ele, o ex-prefeito deixou de atender as notificações do tribunal. As informações serão encaminhadas para o Ministério Público Estadual (MPE/AM). Adail Pinheiro também poderá responder por processo de improbidade administrativa.

Além de Adail, o ex-prefeito Rodrigo Alves da Costa, cassado em 2008, e o vereador, Emídio Rodrigues Neto foram multados em R$ 823, cada um, por responderem as notificações do tribunal. Os dois assumiram a prefeitura de Coari em 2006.

Fonte: ACrítica

Wilson Lisboa deve assumir vaga no lugar de Régis na ALE/AM

Com a validação dos 13.999 recebidos por Wilson Lisboa (PCdoB), ele volta ao quadro do parlamento e sai Washington Régis (PMDB), último eleito nas sobras dos votos das coligações nas Eleições 2010

Manaus, 04 de Maio de 2011

Audrey Bezerra e Aristide Furtado

Wilson Lisboa (PCdoB) teve validados os seus 13.999 das últimas eleições (Foto: Rubilar Santos)
 
O ex-deputado estadual Wilson Lisboa (PCdoB) teve o registro de candidatura aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com a aprovação, ele deve ocupar a vaga deixada pelo deputado Washington Régis do PMDB na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE).

No último dia 2 de maio, a ministra Cármen Lúcia, relatora do processo, reconsiderou a decisão, após o Supremo Tribunal Federal adiar a aplicação da Lei da Ficha Limpa para as Eleições 2012, e deu provimento recurso apresentado por Lisboa.

“Reconsidero a decisão agravada para dar provimento ao agravo regimental e, desde logo, ao recurso ordinário de Wilson Lisboa para deferir o registro de sua candidatura ao cargo de deputado estadual nas eleições de 2010 (...)”.

A decisão foi dada dois dias antes da ex-deputada Therezinha Ruiz (DEM) se reunir com o presidente da ALE/AM, deputado Ricardo Nicolau (PRP), na manhã desta quarta-feira para discutir sobre a vaga aberta, por causa da recontagem de votos dos fichas sujas.

Com a liberação do registro de Lisboa, Adail Pinheiro, ex-prefeito de Coari, também perde a chance de assumir temporariamente a vaga na ALE.

Em abril passado, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) confirmou que Washington Régis havia perdido a cadeira de deputado estadual na ALE e que Adail poderia assumir temporariamente a vaga, enquanto não fosse julgado o recurso de Lisboa.

 Fonte: ACrítica

quarta-feira, maio 04, 2011

Therezinha Ruiz deve voltar à ALE no lugar de Adail Pinheiro

Therezinha disse que "no mais tardar amanhã (quinta, 5) eu assumo a vaga". Ela espera apenas a notificação do TRE à ALE sobre a decisão que mantém Adail Pinheiro fora da vida política.
  Therezinha Ruiz está prestes a voltar à ALE.

Manaus - A ex-deputada Therezinha Ruiz (DEM) espera apenas uma notificação do Tribunal Regional Eleitoral para voltar a ter uma cadeira na Assembléia Legislativa  do Amazonas (ALE).

Ela foi na manhã de hoje (4) à ALE conversar com o presidente da casa, deputado Ricardo Nicolau (PRP), sobre a vaga aberta, com a recontagem de votos dos 'fichas sujas', que tirou o deputado Washington Régis (PMDB) do plenário.

Com os novos votos, o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro (PRP), teria direito à vaga na ALE, mas como responde a processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não poderá assumir a vaga, ficando para Therezinha Ruiz, como primeira suplente da coligação, a cadeira na ALE.

Therezinha disse que "no mais tardar amanhã (quinta, 5) eu assumo a vaga". Ela espera apenas a notificação do TRE à ALE sobre a decisão que mantém Adail Pinheiro fora da vida política.