Archipo.Wilson. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, dezembro 11, 2013

Prece aos Coarienses

Archipo Góes

Senhor tende piedade de nós Coarienses
Porque ousamos iniciar uma caminhada
Sem antes perceber qual a Sua vontade
Mas senhor tende mais piedade daqueles
Que perseguem nossos irmãos e tiram o seu pão
Em nome de um futuro que não chegará para nós
Por que eles não conhecem sua palavra que diz:

“Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás." (Gênesis 3:19)

Senhor tende piedade de nós Coarienses,
Que mais uma vez estamos desorientados
E parecia que sabíamos o caminho
Mas estamos cada vez mais desafortunados
Mas Senhor tende mais piedade dos que
muitas vezes procuram uma vida mais fácil
se iludem com orgias, drogas e prostituição
e depois ficam no vazio distante quando passam
pelas ruas em seus carros brancos,
e sofrem em silêncio a solidão do poder

Senhor tende piedades de nós Coarienses que
Voltamos a colocar em nossa cidade o mau
Que vós mesmos já tínheis varrido.
Mas tem mais piedade daqueles que em
Sua ignorância deixaram de lutar em busca
De uma Coari melhor, por causa de favores,
Benefícios temporários e financeiros.
Por que eles não conhecem sua palavra que diz:

"As suas mãos fazem diligentemente o mal; assim demanda o príncipe, e o juiz julga pela recompensa, e o grande fala da corrupção da sua alma, e assim todos eles tecem o mal." (Miquéias 7:3)

Senhor tende piedades dos que
Perseguem, ofendem, espancam e matam os
Menos favorecidos, humildes e indefesos.
Mas na sua infinita piedade, perdoa-nos, pois
Somos passivos e tolerantes com nossos carrascos,
Que mesmo com a espada em nossos pescoços,
Ainda assim não nos revoltamos contra eles.

Tende piedade Senhor de nós que buscamos
e ousamos lutar por uma cidade melhor para nossos filhos
Não vos esqueceis em vossa piedade de todos nós que
Somos um povo santo e pecador. Porque estamos no mundo,
Continuamos no mundo e precisamos de Ti.
Precisamos sempre de Tua palavra que diz: 



“Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada.” Lucas 22:35